• Bots Investimento | Robôs de Investimento

Análise fundamental e técnica: princípios e diferenças

Atualizado: 5 de abr.

Visão geral básica da análise fundamental e técnica


Índice:

-O que é análise fundamental?

Mensagens-chave

-Entendendo a Análise Fundamental

-Análise fundamental quantitativa e qualitativa

-O que é análise técnica?

Mensagens-chave

-Fundamentos de analise técnica

-Postulados de analise técnica

1. O preço leva tudo em consideração

2. Os preços seguem as tendências

3. As histórias são repetitivas

-Análise técnica básica usando indicadores e osciladores

-Usando SMA

-Usando RSI

-Dois em um

-Análise do volume de negociação

-Combine e ganhe


A análise fundamental abrange todos os fatores que afetam o valor dos ativos de uma empresa. Leva em conta as últimas notícias, relatórios financeiros, estrutura de gestão, indústria e muito mais. O objetivo é determinar o valor intrínseco da empresa e descobrir se os ativos estão sobrevalorizados ou subvalorizados. Na maioria das vezes, é utilizado por investidores que trabalham em posições de longo prazo.


Na análise técnica, gráficos de preços, padrões, indicadores e tendências são usados ​​para prever o movimento do preço de um ativo em um futuro próximo ou distante. Esse tipo de análise é usado principalmente por traders porque dá uma boa ideia da ação atual do preço.


O valor dos ativos de ações está mudando constantemente durante os pregões, portanto, para obter lucro, é necessário entender o próximo movimento de preços. Os comerciantes usam os dois tipos de análise para identificar tendências e prever movimentos futuros de preços.



O que é análise fundamentalista?

A análise fundamental é um método de determinação do valor intrínseco de um ativo usando componentes econômicos e financeiros. Os analistas fundamentais prestam atenção aos fatores macroeconômicos, incluindo o estado da economia e da indústria, e também levam em conta microfatores, como a estrutura da empresa e os princípios de gestão.


A tarefa do analista é determinar o preço com o qual o valor atual de um ativo deve ser comparado para descobrir se ele está supervalorizado ou subvalorizado.


Mensagens-chave

-A análise fundamental determina o preço real ou "aceitável de mercado" de um ativo.


-Os analistas fundamentais procuram ativos que estão atualmente sendo negociados a um preço mais alto ou mais baixo do que seu valor real.


-Um ativo está subvalorizado se o seu preço justo de mercado for superior ao seu valor real de mercado. Neste caso, uma compra é recomendada.


Entendendo a Análise Fundamental

O objetivo da análise é determinar se um determinado ativo está subvalorizado ou supervalorizado no mercado. A análise fundamental é geralmente um processo macro ou micro para selecionar ativos com a avaliação mais incompreendida.


Os analistas analisam a situação econômica atual como um todo e em grande detalhe, avaliam a importância do setor e, finalmente, concentram-se no desempenho da empresa para determinar seu valor de mercado aceitável.


A análise fundamentalista usa dados publicamente disponíveis para avaliar ações ou qualquer outro tipo de ativo. Um investidor pode realizar uma análise fundamental do valor de um ativo examinando receita, ganhos, potencial de crescimento, retorno sobre o patrimônio, índice de lucratividade e outros dados para determinar o valor de mercado aceitável da empresa e o potencial de crescimento futuro. Esses dados estão disponíveis nas demonstrações financeiras das empresas de acordo com os requisitos das comissões de negociação.


Análise fundamental quantitativa e qualitativa

Os indicadores analíticos da empresa incluem muitos aspectos - tudo relacionado ao sucesso econômico da empresa, incluindo participação de mercado, receita, lucro, estrutura de gestão e reputação.


A análise quantitativa e qualitativa são duas categorias que abrangem todos os fatores fundamentais. Eles podem ser definidos da seguinte forma:


Quantitativo: - "Relativo a, medindo ou medido pela quantidade de algo em vez da qualidade."


Qualitativo: - “Relativo a, medindo ou medido pela qualidade de algo, não pela quantidade”.


Na verdade, são dois opostos. A análise quantitativa analisa números, aspectos mensuráveis ​​da empresa - receita, ativos, lucros, etc. A análise qualitativa se concentra em ativos intangíveis, reconhecimento da marca, patentes, influência executiva etc.


Tanto a análise qualitativa quanto a quantitativa são igualmente importantes, de modo que os analistas costumam usar ambas as abordagens antes de tomar decisões.



O que é análise técnica?

Para identificar e avaliar oportunidades de negociação, a análise técnica estuda tendências estatísticas na negociação, como movimento de preços e volume de negociações.


A análise fundamental concentra-se em determinar o valor de um ativo por suas vendas e ganhos, enquanto a análise técnica estuda os movimentos de preços e o volume de negociação.


Ferramentas de análise técnica, como indicadores e osciladores, são utilizadas para estudar o impacto da oferta e da demanda sobre um ativo, bem como a possível volatilidade, preço e volume. Esse tipo de análise é frequentemente usado para sinais de negociação de curto prazo de vários instrumentos.


A análise técnica é aplicável a quaisquer ações, futuros, commodities, títulos de renda fixa, moedas e outros ativos com histórico de cotações. Neste artigo, veremos vários exemplos de uso de análise técnica com indicadores e osciladores. Este tipo de análise é mais frequentemente usado em Forex e negociação de commodities.


Mensagens-chave

-A análise técnica estuda tendências estatísticas na atividade de negociação, como movimento e volume de preços, para avaliar e identificar oportunidades de negociação.


-Os analistas técnicos acreditam que a atividade de negociação passada e o histórico de mudanças no valor de um ativo podem ser indicadores importantes do movimento futuro das cotações.


Fundamentos de analise técnica

Charles Dow é o avô da análise técnica e fundador da Dow Theory. Muitos pesquisadores aprimoraram essa teoria, fortalecendo a essência do conceito. A análise técnica de hoje é fundamentalmente diferente do que era em 1800 - agora inclui centenas de padrões, sinais e ferramentas.


A análise técnica baseia-se na crença de que o movimento anterior de cotações e a atividade de negociação atual, com a escolha certa da estratégia, fornecem informações valiosas sobre futuras mudanças de preços.


Analistas profissionais usam uma combinação de análise técnica e fundamental. Os traders que negociam durante o dia podem tomar decisões usando apenas gráficos e ferramentas. Encontrar o equilíbrio perfeito depende de seus objetivos e estratégia.


Postulados de analise técnica

Os métodos usados ​​para analisar ativos e tomar decisões de investimento se dividem em duas categorias: análise fundamental e análise técnica.


As principais disposições da análise técnica:


1-Os mercados são eficientes em termos de valor, ou seja, o valor atual de um ativo representa todos os fatores que podem afetar o preço futuro;


2-No entanto, mesmo que os movimentos dos preços de mercado pareçam aleatórios, na verdade eles são determinados por tendências e padrões reconhecíveis que se repetem ao longo do tempo.


A análise fundamental usa as demonstrações financeiras de uma empresa para determinar o verdadeiro valor de um negócio, enquanto a análise técnica pressupõe que todas as informações publicamente disponíveis sempre se refletem no valor de um ativo. Como tal, concentra-se na análise estatística da ação do preço, analisando o sentimento do mercado por trás das tendências de preços por meio de padrões e tendências.


Charles Dow explicou a teoria da análise técnica em seus editoriais. Esses trabalhos incluíram as duas disposições mencionadas acima, que formaram a base da negociação com a ajuda da análise técnica.


Hoje, os analistas profissionais tomam como base três postulados da análise técnica:


1. O preço leva tudo em consideração

De fato, o mercado já tem todas as informações disponíveis sobre a empresa e a precificou de acordo. Esta ideia é complementada pela hipótese do mercado eficiente (EMH) com uma conclusão semelhante. Assim, resta aos analistas técnicos ver o comportamento do preço do ativo em função da influência da oferta e da demanda.


2. Os preços seguem as tendências

A maioria das estratégias técnicas de negociação são baseadas na suposição de que o movimento do preço segue uma tendência e não é espontâneo, semelhante à lei da dinâmica - um objeto em movimento permanecerá em movimento até que uma força externa atue sobre ele. No entanto, a oferta e a procura estão em constante mudança. Portanto, é necessário um forte impacto para mudar o curso.


3. As histórias são repetitivas

Professores de história de todo o mundo estão prontos para confirmar essa teoria. A repetição dos movimentos de preços é explicada pela psicologia do mercado. Os sentimentos que impulsionam os preços são medos e temores que podem ser previstos. Esta é a base da análise técnica há mais de 100 anos. Muitos dos mesmos padrões são ensinados e usados ​​hoje como há muitos anos, porque as pessoas não mudam, mas são elas e suas emoções que afetam os preços.


O preço leva tudo em consideração, os preços se movem com as tendências e a história tende a se repetir – esses são os três pilares da análise técnica moderna. Confiar apenas neles não é a melhor opção para um trader. No entanto, com a estratégia certa, esses postulados ajudarão a alcançar o sucesso.



Análise técnica básica usando indicadores e osciladores

Indicadores e osciladores são cálculos matemáticos que utilizam preço, volume de transações e outros indicadores de mercado para prever as tendências e direção do preço de um ativo. Os comerciantes os usam para análise técnica, identificando tendências de mercado, reversões, pontos de entrada e saída e decidindo se compram ou vendem.


Combinadas com uma estratégia de negociação, essas ferramentas ajudam a aumentar as chances de sucesso dos traders.


O primeiro indicador é SMA ou média móvel simples. É frequentemente usado como uma área de foco para os comerciantes. O indicador sinaliza uma reversão quando o preço se move para baixo da linha ou vice-versa. A linha é determinada calculando o valor médio do preço do ativo usando as dez velas anteriores.


Usando SMA

Quando o preço de um ativo cruza a linha do indicador de baixo para cima, isso sinaliza um provável aumento e uma transição para uma tendência de alta. Quando o preço cruza o indicador de cima para baixo, sinaliza uma queda.


O próximo índice importante é o RSI ou Índice de Força Relativa, o oscilador de momento. Os comerciantes o usam para determinar se um ativo está sobrecomprado ou sobrevendido, indicando uma reversão de tendência iminente.


O indicador é uma única linha que se move entre 0 e 100. O indicador indica se um ativo está sobrevendido ou sobrecomprado à medida que se move em direção aos respectivos extremos. Quando o gráfico se aproxima de 100, o ativo está sobrecomprado e vice-versa, quando o gráfico se aproxima de 0, o sobrevendido aumenta. Se o ativo estiver sobrecomprado ou sobrevendido, sinaliza o fim da tendência atual.


Usando RSI

Normalmente as linhas de importância são definidas em 30% e 70% e são verdes ou laranja. Embora a faixa de valores do RSI varie de 0 a 100%, essas leituras facilitam o acompanhamento da tendência. Se o gráfico ultrapassar a linha no nível de 30% ou 70%, a reversão da tendência é sinalizada quando a marca correspondente é cruzada novamente.


Existem muitos outros indicadores e osciladores disponíveis para os traders, mas os dois acima fornecem a melhor visão sobre essas ferramentas e como usá-las para obter os melhores resultados de negociação.


Dois em um

Nesta seção, veremos as estratégias mais usadas que combinam análise fundamental e técnica. Juntos, esses métodos fornecem mais informações do que individualmente, fornecendo aos traders dados adicionais.


Análise do volume de negociação

Uma maneira popular de estudar os processos no mercado é analisar o volume de negociação. Os comerciantes podem usar essas informações para verificar se suas suposições de tendência estão corretas. Ninguém tem uma visão completa de tudo o que está acontecendo no mercado, por isso muitas pessoas confiam em dados sobre o volume de transações.


Os aumentos de volume indicam certos eventos e atraem a atenção dos traders, indicando que os estoques estão sendo acumulados (comprados) ou distribuídos (vendidos). Uma queda repentina no volume de negociação sugere que os traders estão perdendo o interesse e uma reversão é mais provável.


Os indicadores de volume ajudarão você a descobrir se outros traders têm as mesmas opiniões sobre um ativo que você. Os comerciantes que usam esses tipos de estratégias procuram um volume maior à medida que a tendência incipiente ganha impulso.


A análise fundamental usando indicadores de volume em um gráfico é usada para encontrar um ativo negociado acima ou abaixo de seu valor real de mercado, ou identificar uma tendência e descobrir o motivo de um salto no volume negociado. As tendências de volume são uma das muitas estratégias que combinam os dois tipos de análise.


Combine e ganhe

A análise fundamental e técnica são diferentes uma da outra, mas igualmente importantes no campo das finanças. A análise fundamental é usada principalmente para investimentos de longo prazo, enquanto a análise técnica é usada para investimentos de curto prazo.


Os traders podem combinar os dois métodos analíticos para obter ótimos resultados. A análise técnica ajuda a identificar uma tendência, enquanto a análise fundamental explica por que isso aconteceu. Depois de determinar qual estratégia melhor atende às suas necessidades, você obterá a melhor combinação dos dois métodos para seus objetivos e apetite ao risco.


Bons Investimentos :)

Bots Investimento | Robôs de Investimento

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo