• Bots Investimento | Robôs de Investimento

7 tipos de índices de lucratividade e por que eles são importantes?

Atualizado: 5 de abr.

Índices de lucratividade são índices financeiros que são usados ​​pelos investidores para avaliar a capacidade de uma empresa de gerar lucro em relação à sua receita, custos operacionais, ativos de balanço e acionistas durante um determinado período de tempo.


Esses índices informam aos investidores quão bem uma empresa está usando seus ativos para gerar lucro e valor para seus acionistas.


É preferível um índice mais alto, pois geralmente significa que o negócio está funcionando bem, gerando lucros e fluxo de caixa.


Os índices ajudam na comparação de empresas similares do mesmo setor.


7 Índices de Rentabilidade mais usados :



1. Retorno sobre o Patrimônio Líquido:

Essa relação é a porcentagem do lucro líquido sobre o patrimônio líquido ou pode ser expressa como a taxa de retorno sobre o dinheiro que os investidores de capital colocaram nos negócios da empresa.


O índice ROE é o índice mais observado pelos investidores, pois o alto ROE denota um motivo para a compra de ações de uma empresa. Como as empresas com alto ROE são mais capazes de gerar caixa internamente e, portanto, menos dependentes de financiamento de dívidas.


A fórmula do ROE é Lucro após Imposto ÷ Patrimônio Líquido Onde, Patrimônio Líquido = Capital Social e Reserva e Excedente


2. Dividendo por Ação:

Esse índice de lucratividade mostra o valor do dividendo que é distribuído aos seus acionistas pela empresa. O alto índice mostra que a empresa tem caixa excedente.


A fórmula para calcular o dividendo por ação é Valor Distribuído aos Acionistas ÷ Nº de Ações em circulação.


3. Relação Preço Lucro:

Os investidores usam esse índice de lucratividade para verificar o preço das ações subavaliadas e superavaliadas da empresa.


Esse índice também mostra as expectativas sobre os resultados da empresa e também o período de retorno para os investidores.


A fórmula para calcular o Price Earning Ratio é o Preço de Mercado da Ação ÷ Lucro por ação


Para os investidores que desejam adquirir empresas financeiramente sólidas e com bom retorno sobre o investimento, o P/L faz parte do processo de pesquisa para selecionar as ações, pois eles podem descobrir se estão pagando um preço justo.


Pode-se facilmente usar esse índice quando se está tentando avaliar uma empresa usando os lucros. Quando encontram um P/L alto ou baixo, podem avaliar facilmente com que tipo de ação ou empresa estão lidando.


São consideradas ações de crescimento as empresas com Rácios Preço/Lucro elevados, pois indicam um desempenho futuro positivo.


4. Retorno sobre o Capital Empregado:

Esse índice de lucratividade mostra o retorno da empresa sobre os recursos que são investidos no negócio pelos proprietários.


Um alto índice de Retorno sobre o Capital Empregado representa melhor a empresa, pois indica que mais lucros são gerados por rupia de capital empregado.


A fórmula para calcular o ROCE é: Lucro Operacional Líquido ÷ Capital Empregado × 100


Capital Empregado = Capital Social, Reserva e Excedente, Debêntures e Empréstimos de Longo Prazo ou Capital Empregado = Ativo Total – Passivo Circulante


Assim como outros índices financeiros, apenas calcular o ROCE não é suficiente. Outros índices de lucratividade, como retorno sobre ativos, retorno sobre o capital investido e retorno sobre o patrimônio líquido, devem ser usados ​​com o ROCE para determinar se uma empresa é provavelmente um bom investimento ou não.


5. Retorno sobre Ativos:

O retorno sobre os ativos (ROA) é um índice de lucratividade que mostra o percentual do lucro líquido em relação ao ativo total da empresa.


O índice ROA indica quanto lucro após impostos uma empresa está gerando para cada rupia de ativos que possui e também mede a intensidade de ativos do negócio.


Quando a empresa tem um lucro menor por rupia de ativos, então a empresa é considerada mais intensiva em ativos. As empresas altamente intensivas em ativos exigem grandes investimentos para aquisição de máquinas e equipamentos para geração de renda.


6. Margem de Lucro Líquido:

A margem de lucro líquido é o índice de lucratividade que analisa o lucro líquido de uma empresa e o divide pela receita total. Indica o quão lucrativa é uma empresa após suas despesas, incluindo juros e impostos.


Deve-se olhar para a margem de lucro líquido como um índice de rentabilidade, pois leva tudo em conta. A principal desvantagem desse índice é que ele inclui muitos “ruídos” como despesas e ganhos únicos, o que dificulta a comparação do desempenho de uma empresa com seus concorrentes.


7. Margem de Lucro Operacional:

A margem de lucro operacional é um índice de lucratividade que analisa os lucros como uma porcentagem das vendas antes da redução das despesas com juros e impostos sobre a renda.


As empresas que têm maiores margens de lucro operacional estão mais bem equipadas para pagar os custos fixos e os juros das obrigações, portanto, têm mais chances de sobreviver a uma desaceleração econômica.


A margem de lucro operacional é usada principalmente para analisar a força da gestão da empresa, pois uma boa gestão pode melhorar a lucratividade da empresa gerenciando seus custos operacionais.


Resumo:

Como discutimos acima, a lucratividade mostra o desempenho final da empresa, ou seja, quanto lucro a empresa obteve. Também indica o quão lucrativamente os fundos do proprietário foram utilizados na empresa.


Bons Investimentos :)

Bots Investimento | Robôs de Investimento

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo